terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Hoje, você é " Chef por 1 dia"


ESCONDIDINHO  DE CARNE SECA
 
 
 
Hoje, irei ensinar como fazer o  “escondidinho” de carne seca.
“Escondidinho”, é prato bastante popular no Nordeste. 
Teve origem em Pernambuco e, posteriormente, ganhou  muita popularidade  em todo Brasil.
É preparado com carne de sol (conhecida como de jabá ou carne seca) desfiada, coberta com purê de macaxeira (aipim ou mandioca) temperada com “manteiga da terra” (em garrafa) e gratinada com queijo coalho.
 
Escondidinho de carne seca - www.chefpor1dia.com
 
 
Ingredientes da carne seca:
 
1 kg de carne seca dessalgada e desfiada
1 cebola grande cortada em “brunoise”
3 colheres de sopa com  “manteiga da terra” (em garrafa)
Sal e pimenta do reino QB (quanto basta)
Cheiro verde - Cebolinha e azeite de oliva extra-virgem a gosto
1 bisnaga com  requeijão tipo catupiry

Ingredientes do purê:

1 kg de mandioca
300g de batata
2 colheres de sopa cheias com manteiga (boa qualidade)
800 ml de leite
2 caixas de creme de leite
2 dentes de alho ralado
Sal QB (quanto basta)

Cobertura para gratinar:
300g queijo coalho ralado
 
Modo de preparar:
 
Primeiro,  colocar a carne seca para dessalgar,  da seguinte forma.
Num refratário, colocar a carne seca e cubrir  com água gelada, deixando-a  de molho.
Depois, trocar  a água do refratário e, novamente,  deixar  de molho.  
Fazer a troca da água  por 6 vezes ou até que a carne seca perca o excesso de sal.
Depois de dessalgada, numa  panela, colocar  a carne seca  para cozinhar.
Quando estiver cozida, colocá-la num processador ou liquidificador para desfiá-la. 

www.chefpor1dia.com

Numa panela, refogar a carne seca já desfiada, usando o azeite de oliva, manteiga da terra, sal, cebola e pimenta do reino.
Num recipiente, untado com manteiga, espalhar  a carne seca desfiada e salpicar com cheiro verde e a cebolinha. 

www.chefpor1dia.com
 
Colocar o requeijão tipo catupiry por cima da carne e aguardar até que o purê fique  pronto. (Reservar) 

www.chefpor1dia.com
 
Numa panela com água e sal, colocar  a mandioca para cozinhar e, em outra panela, cozinhar  as batatas descascadas.
Depois de cozida, retirar a mandioca da fervura e tirar aqueles cabinhos duros que ficam no meio dela.
Passar a mandioca no processador de alimentos ou no moedor.(Reservar)
Depois de cozidas, amassar as  batatas  e reservar.
Numa panela grande e funda,  levar  ao fogo duas colheres com manteiga, alho e o sal.
Quando a manteiga derreter,  dourar o alho e acrescentar na mandioca e nas batatas amassadas.
Juntar, também,  o creme de leite e metade do leite.
Enquanto estiver cozinhando, mexer bem para que não grudem no fundo da panela.
Gradativamente, adicionar mais leite de modo que a massa não fique  muito mole.
Caso necessário,  colocar um pouco mais dos 800 ml de leite da receita.
Adicionar o leite aos poucos para que não ficar demasiadamente  mole.
Retirar do fogo e cobrir  a carne seca,  já acomodada no recipiente,  com o purê feito da mandioca e batata.
Depois,  espalhar o queijo coalho ralado por cima do “escondidinho”.
Levar  ao forno pré-aquecido a 180 graus por cerca de 25 minutos.
Colocar para gratinar por 5 minutos ou até que o queijo fique dourado.
Caso  o seu fogão não tenha a opção "gratinar", deixar o “escondidinho” no forno normal até que isso aconteça.
 
www.chefpor1dia.com
 
Bom Apetite!!

Escondidinho de Carne Seca - www.chefpor1dia.com

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Hoje, você é " Chef por 1 dia"


BOLINHO DE ARROZ

Hoje, irei ensinar como fazer bolinhos de arroz.
Caso  tenha sobrado muito arroz da quantidade preparada  para comer no final  de semana, nem pensar em não aproveitá-lo.  Iremos usar para fazer outro delicioso  prato.
Como podemos perceber em casa, muita comida é jogada fora por ficar na geladeira muito tempo e ninguém consumir, isso acontece tipicamente com arroz.
O triste é que boa parte desses alimentos que são desperdiçados diariamente podem ser reaproveitados, como a comida que restou do almoço ou do jantar.
Se deseja fazer um bolinho de arroz e não sabe ao certo como se faz, hoje é o dia de aprender.
Essa é aquela comidinha preferida dos filhos e dos netos.
Então chega de bla bla bla, e vamos direto ao ponto. Depois abra aquela cerveja bem gelada.

Eis a receita.

Ingredientes:

3 Xícaras (chá) de arroz cozido
2 Ovos
4 Colheres (sopa) de salsinha picada
2 Colheres de sopa de cheiro verde picado
1 Xícaras (chá) de Queijo minas curado ralado
1 Colher de (chá) de Ajinomoto
2 Dentes de alho ralados
1/2 Cebola ralada
2 Xícaras (chá) de óleo para fritar
250 g de Queijo minas semi-curado cortado em cubos
1 Xícara (chá) de farinha de rosca
Sal e Pimenta do reino QB (Quanto Basta)


Modo de fazer:

Bata o arroz no processador até obter uma pasta e transfira para uma tigela. Junte a pasta do arroz com a salsinha, o cheiro verde, 1 ovo, a cebola rapada, o alho ralado, o queijo ralado, o ajinomoto e o sal e a pimenta do reino QB.
Amasse com as mãos, sovando a massa até ficar homogênea.
O ponto ideal é aquele onde a massa pode ser modelada com as próprias mãos.
Se necessário, adicione farinha de trigo. (Reserve).
Em uma frigideira aqueça o óleo.
Com a massa preparada, modele 10 bolinhos no formato de um quibe, deixando o interior oco.
Dentro do bolinho coloque um cubo de queijo e feche. (Reserve)
Em uma pequena tigela, bata levemente o ovo restante.
Passe os bolinhos pelo ovo e, em seguida, empane-os na farinha de rosca. Frite os bolinhos, pouco a pouco, na frigideira  com óleo bem quente.
Com uma escumadeira, retire os bolinhos assim que dourar e coloque-os sobre toalha de papel.
Sirva imediatamente!
BOM APETITE E TENHAM ÓTIMA SEMANA !!!

Bolinho de Arroz - www.chefpor1dia.com

sábado, 28 de janeiro de 2012

Hoje, você é " Chef por 1 dia"

CHEF POR 1 DIA ONLINE


Acompanhe sempre notícias sobre gastronomia e o mercado alimentício online aqui no "Chefpor1dia".

O britânico Jamie Oliver causou polêmica nos Estados Unidos.
O chef divulgou em seu programa de TV que a rede McDonald’s usa hidróxido de amônio, substância cancerígena para transformar sobras de carne gordurosa em hambúrgueres.
Para o jornal britânico Mail Online, Oliver deu a seguinte declaração: “comemos esse produto que deveria ser vendido como a carne mais barata, para cães.
E, após esse processo, dão para humanos”.
Com a denúncia, a marca mudará a receita. Na terra do "TIO SAM", esse processo é feito pela empresa Beef Products Inc.
Segundo o site do jornal na América Latina, a "Arcos Dorados", a empresa responsável pela produção dos alimentos da marca na região, diz que o aditivo nunca foi utilizado.
Fica a informação a todos!
Bom final de semana!!


www.chefpor1dia.com
www.chefpor1dia.com

 

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Hoje, você é " Chef por 1 dia"


VÍDEOS  E  CURIOSIDADES GASTRONÔMICAS
 
Hoje, resolvi mudar e decidi sair um pouco das receitas.
Selecionei alguns vídeos que,  particularmente,  acho super legal.
Um deles,  é do famoso sorveteiro de Istambul.
O cara é muito bom!
Popular nas ruas de Istambul, o sorvete Maras é servido de forma bem diferente da tradicional, o que sempre acaba arrancando risos das pessoas. Vale a pena conferir !

CLICAR NO LINK ABAIXO:
 
http://www.youtube.com/watch?v=AcrQrUAtlB0&feature=related
 
O outro, é de  típico omelete japonês.
Veja como é interessante a forma  como é preparado.
Técnica incrível.
 
CLICAR NO LINK ABAIXO:
 
 
 
Finalmente, irei  postar pequena tabela indicadora  de quanto tempo alguns alimentos levam para serem digeridos.

 

Para finalizar, quero indicar livro que  tenho em minha mesa de cabeceira, o qual  indico para quem está iniciando  no MUNDO MÁGICO DA GASTRONOMIA.
 
NOME:  “Chef sem Mistérios”
AUTOR:  Jamie Oliver
www.chefpor1dia.com
www.chefpor1dia.com
 
Com 250 páginas e cerca de  200 receitas, o livro trata de sopas, saladas, massas, carnes, aves, peixes,  frutos do mar,  molhos, pães e sobremesas.
O autor apresenta algumas de suas receitas de maneira didática  e descontraída. Prova que fazer um assado é tão simples quanto estalar os dedos.
Mais do que isso, realça o seu característico estilo pessoal.
Ensina, de maneira fácil, como preparar  massas, preparar e conservar os produtos e  aproveitar as sobras.
A meu juízo, Jamie Oliver é um dos  fenômenos da culinária.
Não é por acaso que é  considerado um dos Chef’s mais qualificados e conhecidos do mundo.
A Inglaterra, tradicionalmente, não teve a  sua culinária inserida entre as melhores.
Com o advento do Jamie Oliver, isto mudou.
Jamie Oliver é  um  jovem que,  desde os oito anos de idade, trabalhou forte no “pub” do pai para,  depois,  estudar e aprender gastronomia com grandes mestres da cozinha.
Conseguiu fazer receitas próprias,  sofisticadas e simples de fazer.
Trabalhar com ingredientes de primeira linha,  frescos, muitas ervas e especiarias são a marca própria da sua criativa culinária.
Aliada a isto, possui  carisma e simpatia pessoal, características que fazem dele um astro da televisão britânica.
A  sua marca de informalidade, diferente do estereótipo dos Chef’s, ajudou muito na difusão do seu tipo de cozinhar.
 
RECOMENDO LER O CITADO LIVRO !!!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Hoje, você é " Chef por 1 dia"


CACHORRO QUENTE RUSSO

Hoje, irei ensinar como preparar um diferente cachorro quente: o “Russo”.
Cachorro-quente,  ou “hot-dog”,  é  comida rápida típica dos Estados Unidos.

CURIOSIDADES:

Existem três teorias acerca  do surgimento desse peculiar sanduíche.
A  mais conhecida,  é a de que um açougueiro de Frankfurt, na Alemanha, no ano de 1852, resolveu batizar as salsichas que fabricava com o nome do seu cachorro “bassê.”
A segunda teoria, é a de que um imigrante alemão, Charles Feldman, no ano de 1880, teria levado a  salsicha para os Estados Unidos.
Naquele País, criou um sanduíche quente feito com pão, salsicha e molhos.
A terceira  teoria, é a de que na cidade de Saint Louis, nos Estados Unidos, no ano de 1904, um vendedor de salsichas quentes teria criado  uma maneira de preparar um alimento rápido sem que os seus fregueses queimassem  as mãos.
Assim, para quem comprasse suas salsichas, oferecia protetoras luvas de algodão para serem usadas  enquanto comiam as salsichas quentes.
Acontece que os clientes sempre “esqueciam” de devolver as luvas, ocasionando óbvios prejuízos financeiros.
Então, um parente,  que era padeiro, sugeriu ao  salsicheiro que deixasse de utilizar as  luvas,  substituindo-as pelos  pães longos.


O SANDUICHE “CACHORRO QUENTE”  (Hot Dog)

O  preparo do sanduíche, como todos sabem,  é muito simples.
Bastará  colocar  uma salsicha dentro de um pão longo.
No Brasil, a forma de  fazer o cachorro varia de região para região.
Em São Paulo, por exemplo, é comido acrescentando o purê de batatas.
No Rio de Janeiro,  são adicionados  ovos de codorna.
Já no nordeste, além da salsicha,  é acrescentado a  carne moída e a verdura picada.

Obrigatoriamente, dependendo da preferência regional, acompanham  o cachorro-quente a maionese, ketchup, mostarda, molhos à base de tomates (quentes ou frio) e outros ingredientes como a batata palha, salpicão, maionese temperada, tomate, ervilha, milho, bacon, requeijão, frango,  etc.






Esse alimento,  geralmente considerado  como “lanche” rápido, na sua feitura,  diferencia muito pouco em relação aos sanduíches  da espécie.
Nesta receita, apenas, irei substituir o molho e usar queijo “Gruyere” e o queijo parmesão.

Então, iremos à receita:

Ingredientes:

Pão próprio para cachorro quente QB (Quanto Basta)
490 g  de maionese de boa qualidade
1 pacote com  salsichas,  de boa qualidade
110 g de pepino em conserva,  cortado em “brunoise”
390 g de catchup, de boa qualidade
200 g de bacon, cortado em “brunoise”
2 colheres de chá com  Pimenta do Reino
2 colheres de chá com  sal
Queijo “Gruyere”  QB (quanto Basta)
Queijo Parmesão QB (quando Basta)


Modo de preparar:


Misturar  a maionese com o pepino e o catchup.

Molho
Depois,  adicionar sal e pimenta QB. Reserve na geladeira.
Numa  frigideira,  fritar  o bacon até ficar  sequinho.
Numa panela, colocar todas as salsichas para cozinhar por, aproximadamente,  15minutos.
Pré-aquecer  o forno a 180 graus.
Para montar o  cachorro quente, cortar  o pão pelo meio, na vertical.
Colocar  uma salsicha inteira.
Depois, adicionar molho à  vontade.
Cortar o queijo “Gruyere”  e colocar as fatias  por cima do molho.
Colocar por cima do molho, ainda,  pedaçinhos de bacon e de queijo parmesão ralado.

Montagem
Após concluídas essas etapas, levar e ao forno até gratinar o queijo.

Servir com refrigerante bem gelado !

Bom Apetite!! 
Cachorro Quente Russo - www.chefpor1dia.com


quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Hoje, você é " Chef por 1 dia"


Salada de azeitonas pretas, palmito e croutons
 
 
Hoje, a pedidos, retornarei a falar e ensinar como preparar a sempre muito requisitada comida light, tida e havida como saudável e saborosa: as SALADAS.
As saladas são preparações compostas por vários alimentos diferentes, muitas vezes de cores fortes e contrastantes que as deixam muito vistosas e, também, pelas  comidas FRIAS.
A palavra “salada” vem do latim “salgado”, referindo-se a tempero “sal de cozinha”.
Existem dois tipos básicos de saladas:
As saladas feitas à base de vegetais crus, normalmente de folhas verdes como, por exemplo, a alface, agrião, chicória e outras.
Poderão, ainda, serem usadas as nozes e outras frutas secas e temperadas com  molho não cozinhado, feito à base de azeite de oliva, vinagre ou suco de limão.
Há, também, as saladas feitas à base de batatas cozidas, massas alimentícias e arroz.
Destaque para as saladas misturadas com outros vegetais crus ou com partes  de carnes, como  a  fiambre  e, também, com  peixes temperados com molho à  base de maionese.
 
Iremos  à  receita:
 
Ingredientes:
 
 
Salada:
 
 
1/2 pé de alface picada
1 xícara com azeitonas pretas
1 xícara com palmito
1 cebola pequena cortada em anéis
Pimenta do Reino QB (quanto basta)
1 xícara com  “croutons”
 
 
Molho:

Suco de meio limão siciliano
1 colher (sopa) de alho desidratado
1 colher (chá) de mostarda Dijon
1 colher (chá) de Aceto balsãmico
Azeite QB (Quanto Basta)
Manjericão seco QB (Quanto Basta)
Sal QB (Quanto Basta)
 
 
Modo de Preparar:
 
 
Misturar  todos os ingredientes da salada (sem os croutons) e reservar.
Cortar a cebola em forma de anéis.
Fritar  por 3 minutos, acrescentando sal e pimenta do reino QB.
Reservar.
Já ensinei em uma postagem anterior como preparar os  “croutons”.
Caso deseje  “pescar”, clique na categoria “saladas” e olhe na receita “Caesar salad”.
Depois,  misturar os ingredientes do molho e deixar  na geladeira por 5 minutos.
Finalmente,  regar a salada com o molho  e colocar os “croutons” por cima.
Imediatamente, servir a deliciosa e saudável SALADA !
 
Bom apetite!!!

 

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Hoje, você é " Chef por 1 dia"


ATUM EM CROSTA DE GERGELIM
 
Olá a Todos !!!
Iremos  dar continuidade a nossa  maravilhosa viagem pelo FANTÁSTICO e MÁGICO mundo da GASTRONOMIA.
Agora, o nosso destino  será o enigmático ORIENTE.
Assim,  irei ensinar uma apetitosa receita oriental,  fácil de preparar.
A cozinha japonesa tem por característica basilar a importância que confere à sazonalidade dos alimentos,   à qualidade dos ingredientes e sua apresentação.
Atente para esse detalhe da maior importância para a gastronomia oriental:  o famoso Guia Michelin concedeu mais estrelas aos restaurantes japoneses do que para os de  outros  países do mundo.
Veja, por exemplo,  que os restaurantes da cidade de  Tóquio ganharam mais estrelas do que, todos JUNTOS, receberam  os de  Paris, Hong-Kong, Nova Iorque, Los Angeles e Londres.
Esse fato, por si só, evidencia a excelência da cozinha japonesa  no concerto da GASTRONOMIA mundial,  o que é fantástico.
A culinária tradicional japonesa é dominada pela sempre presença do arroz branco.
Atente para o fato de  que,  para os orientais,   a maioria esmagadora dos pratos oferecidos não seria completa  sem  o ARROZ.
Como o Japão é um País insular e, por questão de gosto, o seu povo consome, sobremaneira,  frutos do mar como  peixes, camarões, ostras, arraias, algas, etc. .
Por outro lado, vale comentar que, a despeito de  conferir  pouca preferência às carnes ,  o japonês não se considera vegetariano.
A receita que ensinarei,  inspirada na culinária japonesa, contempla o ATUM empanado em sementes de gergelim e, imediatamente,   frito.
 
Vale a pena conferir !

Eis a receita:
 
Ingredientes:
 
Atum:

01 lombo de atum
02 limões

30g de gergelim preto
30g de gergelim branco
Gengibre bem picadinho (a gosto)
Sal e pimenta do reino QB (quanto basta)

Molho:

02 colheres  de sopa com  açúcar mascavo
03 colheres de  sopa com  molho “shoyu”
01 dose (pequena) de saquê
01 colher de sobremesa com  vinagre balsâmico


Modo de preparar:


O Atum:

Primeiramente corte o atum em formato de cilindro, no formato do lombo.



Numa travessa, espremer  o suco dos limões e adicionar o gengibre bem picadinho (a gosto). Colocar  o peixe dentro dessa mistura para marinar  por 30 minutos, Temperar, suavemente,  à parte que ficar para cima,  com um pouco de sal e pimenta do reino.
Decorrido esse tempo, virar o peixe e temperar  novamente à parte que ficar por cima.
Deixar  marinar por mais 30 minutos.
Em refratário grande, despejar  os dois tipos de gergelim de modo que comporte toda a extensão do lombo.

 
Em seguida,  retirar o peixe que estará bem molhado com o marinado.
Depois, passar  todos os lados do atum no gergelim, pressionando levemente contra a superfície.

 
O objetivo desse procedimento é o de  empanar todo o peixe com o gergelim.
Colocar fio de azeite de oliva extra-virgem (boa marca) numa frigideira. Esperar até  obter calor.
Depois,  colocar  rapidamente o atum. 
Virar  o peixe (deixando-o cru para dentro) até que todos os lados estejam levemente dourados e bem fixados.

 
Tirar e reservar.
Fatiar o atum em medalhões, mais ou menos, em 2 ou 3 cm.

O Molho:

Numa panela e,  em fogo bem baixo, colocar o molho “shoyu”, o saquê, o vinagre e o açúcar mascavo.
Mexer  até derreter o açúcar.
Depois,  adicionar à  panela o conteúdo do refratário ( suco do limão e o gengibre).
Mexer até conseguir dar consistência entre o líqüido e o cremoso.
Finalmente, colocar  por cima do atum.
SERVIR !!!
 
Experimente esse maravilhoso prato.
Bom apetite !!! 

Atum com Crosta de Gergelim - www.chefpor1dia.com