sábado, 7 de abril de 2012

Hoje, você é "Chef por 1 dia"


SEKIHAN
 
 
Bem, mudando de rumo, iremos fazer pequena incursão pela gastronomia ORIENTAL.
A cozinha oriental, que confere diferenças em relação a do ocidente e, em particular, da brasileira, não poderá ser taxada de desconhecida.
Com efeito, por onde se andar, é comum encontrar restaurantes especializados na culinária dos países asiáticos.
Com detalhe especial: são muito demandados devido à leveza da comida que se afigura suave no tempero e, por esse motivo, é saudável.
Assim, Hoje, irei indicar e ensinar como preparar uma receita oriunda do ORIENTE,  feita para  ocasiões especiais.
É o “Sekihan (赤飯)” que, literalmente, significa “Arroz Vermelho”.
É tipo do conhecido “kowameshi” ou “okowa”. 

Sekihan

Trata-se de prato tradicional no Japão, feito de arroz glutinoso (mochigome, 餅米) cozido com feijão (azuki (小豆), que dá a cor avermelhada ao arroz  (cor também chamada de avinhada ou marrom rosada). 

feijão Azuki

O “sekihan” é muito servido no Japão em datas festivas, como aniversários, casamentos, dia das crianças (kodomo-no-hi), etc, SUGERINDO votos de felicidades e de boa sorte.
Em algumas regiões do Japão, é preparado para celebrar a menarca.
O “sekihan” é consumido imediatamente após ficar  cozido.
Contudo, poderá  ser comido frio, a gosto.
Poderá ser salpicado (“gomashio, i.e.”) com sal e gergelim (sésamo) preto (kurogoma), torrado.
Curiosidade japonesa: no passado, o simbolismo desse prato variava de região para região.
Por exemplo: em Kyoto, o sekihan era reservado para comer em ocasiões de infortúnio.
Consoante a crença, o feijão “azuki”, com a sua tradicional cor vermelha, espantaria   a má-sorte.
Outrossim, o feijão “azuki” teria magníficas virtudes medicinais.
Segundo menciona  o antigo livro “Waka-shokumotsu-honzo” (Alimentos e Plantas Medicinais, 和歌食物本草), o “azuki”  combate a febre, retira o pus de locais infectados, suprime a diarréia, é diurético e, também,  sacia a sede.
 
Então, depois dessa pequena introdução, iremos à receita do “SEKIHAN”
DICA: Os ingredientes podem ser encontrados em lojas orientais, e em Fortaleza, poderá ser encontrardo no Mercadinho Japonês.
 
 
 
 
Ingredientes:
 
2 xícaras (chá) com arroz “mochigome”
1/3 xícara (chá) com  feijão “azuki”
1 colher (sopa) rasa com sementes de gergelim preto
1 + ½ colher (sobremesa) rasa com sal
1 colher (sobremesa) rasa com  “Ajinomoto”
 
 
PREPARO:
 
 
Lavar o arroz.
Em seguida,  deixar de molho por 8 horas ou, então,  por uma noite.
Fazer a mesma coisa com o feijão “azuki”.
No dia seguinte,  ferver o feijão “azuki” por 5 minutos e, depois, escorrer a água.
Feito isso, ferver novamente o feijão adicionando  4 xícaras (chá) com água. Quando levantar fervura, cozinhar em fogo brando por 20 minutos.
Após isso, escorrer o feijão e reservar a água colorida devido à fervura.
Quando a água esfriar e, se necessário, acrescentar mais água até que se completem 2 xícaras (chá).
Numa panela elétrica, juntar o arroz, o feijão escorrido e 2 xícaras com a água avermelhada.
Ligar a panela.
Depois de cozido, misturar tudo novamente e transferir para um refratário. Reservar.
Misturar as sementes de gergelim com o sal e o “Ajinomoto”.
Feito isso, polvilhar sobre o arroz.
 
Este prato poderá  ser degustado quente, frio ou gelado, a gosto.
Outro detalhe: poderá ser moldado de acordo com a criatividade de cada cozinheiro.
Informo que existem formas apropriadas para os moldes.

Molde 1
Molde 2
Molde 3
 
Molde 4
Molde 5
 
 
BOM APETITE !!!


 

Um comentário:

  1. Sempre como em festas de família, okowa!
    Adoroooo :)
    Não sabia de todos esses efeitos medicinais!

    ResponderExcluir